Ainda antes do Verão, França e Espanha deverão lançar um concurso conjunto para a criação de auto-estradas ferroviárias nos corredores Atlântico e Mediterrâneo.
AE ferroviárias

No próximo dia 27, em Vitória, os grupos de trabalho de ambos os países deverão reunir-se para acertar os últimos pormenores do regulamento do concurso. Fontes do Ministério do Fomento espanhol avançaram à imprensa do país vizinho que há um princípio de acordo para o caderno de encargos e que o próximo passo será a publicação do anúncio do concurso nos diários oficiais dos dois Estados, assim como no Jornal Oficial da União Europeia.

O anúncio para a apresentação de propostas visará o fornecimento do material circulante e a exploração do serviço propriamente dito. O modelo de negócio escolhido é o da concessão.

Os camiões e semi-reboques serão transportados de comboio pelas fronteiras de Irún (País Basco) ou Figueras (Catalunha). As duas auto-estradas ferroviárias – nos corredores Atlântico e Mediterrâneo – deverão avançar em simultâneo.

Além dos aspectos económicos e financeiros, as auto-estradas ferroviárias colocam também questões técnicas, desde logo ao nível do material circulante, mas também no relativo à infra-estrutura ferroviária (por exemplo, o gabarit). Igualmente haverá que avaliar os custos dos projectos e a política tarifária passível de promover a transferência de cargas da rodovia para a rodovia.

 

 

Os comentários estão encerrados.