O outlook da Fitch Ratings para o transporte marítimo global continua negativo. A agência de rating não espera uma melhoria significativa nos fundamentais do mercado em 2018 devido ao persistente excesso de capacidade.

Navio contentores

 

Tanto o transporte marítimo de contentores como o da carga a granel mostram, segundo a Fitch, “sinais de retoma, mas a longevidade desta tendência continua incerta devido à limitada adesão à disciplina de [oferta de] capacidade” no sector.

“O sentimento de melhorias do mercado e um foco na escala e no tamanho dos navios estimularam novas encomendas. A dinâmica da oferta e da procura é susceptível de suportar os preços dos fretes nos contentores, granéis e GNL, mas os preços nos petroleiros podem permanecer sob pressão”, referem desde a agência de rating.

A pressão sobre o segmento dos navios-tanque surge, indica a Fitch, após um excesso de entregas de novas embarcações em 2017. A agência de rating prevê que a procura de petroleiros cresça cerca de 4% em 2018, uma subida em linha com a procura prevista.

Quanto aos contentores, a Fitch antecipa para o ano que vem um crescimento de 5,5%, acima dos 4,5% que prevê para os volumes transportados.

Nos granéis sólidos, a agência de rating está mais optimista e perspectiva um crescimento maior da procura do que da capacidade disponível em 2018.

 

 

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>