A Mercedes-Benz Vans vai entrar no segmento do ride-sharing (partilha de boleias, numa tradução literal). Para isso, a divisão de veículos comerciais do grupo Daimler vai criar uma joint-venture com a startup norte-americana Via.

Mercedes Vans_ride sharing

A nova companhia prevê lançar o serviço na Europa, a começar por Londres, ainda em 2017. O comunicado conjunto indica que “outras metrópoles europeias seguir-se-ão em breve”. O serviço da Via liga vários passageiros que vão na mesma direção, permitindo que estes partilhem o mesmo veículo.

O acordo prevê que a Daimler Mobility Services se torne investidor estratégico da Via. Como parte da cooperação, a Mercedes-Benz Vans investirá 50 milhões de dólares (42 milhões de euros) na nova joint-venture. O presidente da Mercerdez-Benz Vans, Volker Mornhinweg ocupará uma das cadeiras do conselho de administração da Via, em representação da Daimler Mobility Services.

Com sede em Nova Iorque, a Via fornece mais de um milhão de viagens mensais naquela cidade, assim como em Chicago e Washington. A Daimler e a Via salientam que a “revolucionária tecnologia” usada pela companhia nas suas boleias é “licenciada por parceiros em todo o mundo”.

“Com os nossos serviços de mobilidade como a Car2go, Mytaxi e Moovel, já estamos atingindo hoje mais de 15 milhões de clientes em todo o mundo. Como um dos principais fornecedores de serviços de mobilidade digital, o nosso investimento na Via é um passo lógico para expandir o nosso portfólio de acordo com as necessidades dos nossos clientes”, refere, em citado pela assessoria de imprensa, Klaus Entenmann, presidente do Conselho de Administração da Daimler Financial Services.

Citado pela AFP, o CEO da Via, Daniel Ramot, indica que juntar a tecnologia com a Mercedes-Benz Vans é “ideal para o nosso propósito de ter partilhas de boleias, eficientes, baratas, sustentáveis e convenientes para todo o lado”.

De acordo com as partes, a Via irá adaptar a sua tecnologia às cidades europeias. A tecnologia agrupa os passageiros de acordo com os seus destinos e organiza-os de acordo com as condições de tráfego, para optimizar a capacidade dos furgões.

Por seu turno, a Mercedes integrará as soluções da Via nos seus modelos Vito Tourer com até nove lugares e Classe V com até oito lugares.

 

Os comentários estão encerrados.