A frota mundial de navios destinados ao transporte, abastecimento ou produção de gás natural liquefeito (GNL) poderá ter em 2017 um ano recorde de entregas de novas embarcações. A previsão é da espanhola Anave, com base em dados da LNG World Shipping.

navios gaseiros

Até ao fim de Agosto, a nível mundial, foram entregues 27 embarcações de transporte, abastecimento ou produção de GNL e encomendadas outras 14. Até ao final do ano está prevista a entrega de mais 28 navios .

Espera-se que o comércio global de GNL cresça 13% este ano, com a capacidade de transporte da frota de metano a aumentar 10%. Além disso, de acordo com o caderno de encomendas actual, o valor deste tipo de embarcações aumentará 6% em 2019 e 2% em 2020.

Tendo em conta estes números, e apesar do crescimento da frota, a opinião geral no sector é que a procura de navios continuará a aumentar nos próximos anos. Com efeito, nos próximos 12 meses, um mínimo de 30 navios porta-metano deverá ser requisitado para haver uma frota adequada à procura até Dezembro de 2020.

 

 

 

Os comentários estão encerrados.