O governo britânico vai apoiar com 8,1 milhões de libras (8,7 milhões de euros) os primeiros ensaios de platooning de camiões semi-automáticos nas auto-estradas do país.
platooning

O Departamento para os Transportes (DfT) e as Auto-estradas de Inglaterra ainda não confirmaram onde serão realizados os primeiros testes, mas indicaram que é expectável que se realizem até ao final de 2018. Cada comboio de camiões semi-autónomos terá até três veículos interligados entre si.

Os defensores do platooning afirmam que esta é uma forma de reduzir o congestionamento e o custo do combustível para os transportadores, embora as organizações de automobilistas tenham manifestado preocupações quanto à segurança, particularmente nas auto-estradas. A DfT realça ainda os ganhos ambientais.

“Estamos a investir em tecnologia que melhorará a vida das pessoas”, afirmou o subsecretário de Estado dos Transportes britânicos, Paul Maynard.

“Avanços como o platooning de camiões podem beneficiar as empresas, através de contas de combustível mais baratas, e os outros utilizadores das estradas, graças a menores emissões e menos congestionamentos”, acrescentou.

“Mas primeiro devemos garantir que a tecnologia seja segura e funciona bem nas nossas estradas e é por isso que estamos a investir nos testes”, concluiu Paul Maynard.

 

 

Os comentários estão encerrados.