Portagens: nova Classe 1 abrange comerciais da PSA

Os automóveis com peso bruto até 2 300 kg e altura do eixo da frente de até 1,30 metros passam a ser incluídos na Classe 1 das portagens em Portugal. A mudança era reclamada, entre outros, pelo Grupo PSA.

Governo alargou âmbito da Classe 1 das portagens

O Governo aprovou hoje em Conselho de Ministros o decreto-lei que define a alteração das portagens. O documento indica ainda que para passarem de Classe 2 a 1 nas portagens nas auto-estradas portuguesas, os veículos têm também de cumprir a “”norma ambiental Euro 6 relativa às emissões automóveis”.

De acordo com o comunicado do Governo, “o diploma vem adequar o quadro normativo nacional à legislação europeia em matéria de segurança rodoviária e de sustentabilidade ambiental dos transportes, promovendo a coerência no tratamento dado aos utilizadores das auto-estradas”.

A alteração aos critérios para as portagens é uma reivindicação antiga do sector automóvel. Um dos casos mais recentes e marcantes é o do grupo PSA, que já tinha avançado que o investimento na fábrica de Mangualde poderia estar em causa caso se mantivesse o modelo de pagamento das portagens.

O novo furgão comercial ligeiro do grupo (Peugeot Partner, Citroën Berlingo e Opel Combo) tem mais de 1,10 metros de altura. O modelo poderá atingir uma produção de 100 mil veículos/ano, dos quais 20% no âmbito nacional, em 2019.

Mas este veículo não é, diga-se, caso único. Vários modelos de marcas como a Renault, a Dacia, a Opel ou, entre outros, a Volvo, já sofreram na “pele” esta questão.

De notar que não são apenas questões estéticas que fazem os modelos actuais terem mais altura ao solo no eixo da frente: também a legislação comunitária em termos de protecção aos peões em caso de atropelamento o implica.

“Esta medida, agora aprovada, vem pôr fim a uma situação de distorção do mercado automóvel. Por outro lado, e como é sabido, esta alteração reveste-se da maior importância para a indústria nacional”, reagiu já a ACAP – Associação Automóvel de Portugal, em comunicado.

Sem comentários ainda

Junte-se à conversa

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Translate »