Pela primeira vez, mais de 50 mil TEU viajaram entre a China e a Europa, por ferrovia, num mês. Aconteceu em Maio, segundo a UTLC – ERA.

Em Maio, a United Transport and Logistics Company – Eurasian Rail Alliance, que agrega operadores ferroviários da Rússia, Bielorrúsia e Cazaquistão, movimentou 52 mil TEU, em ambos os sentidos, entre a China e a Europa. Um volume recorde, que mais do que duplica o resultado do mês homólogo de 2019.

O salto nos movimentos traduziu-se também nos volumes de cargas transportadas, uma vez que o movimento de contentores cheios da Europa para a China cresceu duas vezes, para 15 mi TEU, e no sentido China – Europa avançou mesmo 2,2 vezes, até aos 34 mil TEU.

Com este ímpeto, o primeiro semestre do ano fechou com um movimento total de 223 mil TEU, que representa um crescimento homólogo de 65%.

Na hora de apresentar os resultados, o CEO da UTLC – ERA destacou a cooperação entre os parceiros para reduzir os tempos de trânsito ao longo de todo o percurso. Em média, a cada dia foram realizados mais de 100 comboios, disse.

Comments are closed.