A Empark deverá mudar de mãos até ao final do ano. A portuguesa A. Silva & Silva encarregou o JP Morgan o Caixa BI de encontrarem compradores para a sua posição de 50,3%, avança a imprensa espanhola.

Fontes conhecedoras do processo adiantam que a recepção de ofertas não vinculativas deverá ocorrer até ao final do corrente mês, devendo a venda ficar fechada até Novembro. A posição de controlo da Empark valerá uns 200 milhões de euros. O negócio inclui ainda activos imobiliários da Assip (a sociedade-veículo que detém a Empark) avaliados em 70 milhões de euros.

Quanto às razões que terão motivado a decisão de vender, elas terão a ver com dificuldades financeiras do grupo A. Silva & Silva.

A compra da Empark poderá interessar à Saba, a sociedade “rival” controlada pela La Caixa, a outras empresas do sector ou a fundos de investimento. O BES controla 22% da companhia através de vários fundos. A família Mello detém 2,6%.

A Empark gere cerca de 500 mil lugares de estacionamento, em parques ou na via pública, em Portugal, Espanha, Reino Unido e Turquia. No ano passado atingiu um volume de negócios de 180 milhões de euros e um EBITDA de 63,3 milhões de euros. No primeiro trimestre de 2014, a facturação recuou 0,6% em termos homólogos para os 42,8 milhões de euros, mantendo-se o EBITDA na casa dos 15,3 milhões de euros.

 

Comments are closed.