A produção nacional de veículos comerciais registou entre Janeiro e Junho uma subida de 7,8% face ao semestre homólogo de 2018, para 31 956 unidades, segundo a ACAP.

ACAP: PSA de Mangualde concentra 90% da produção de VC

Em sentido contrário, diz a ACAP, em Junho, houve uma quebra de 20,9%, para 5 078 unidades, entre pesados e ligeiros

A PSA continua a liderar, destacada, tendo sido, nos primeiros seis meses de 2019, responsável pela produção de 89,4% dos comerciais ligeiros saídos das fábricas nacionais. A unidade de Mangualde produziu, entre Janeiro e Junho, 25 984 comerciais ligeiros, mais 6,7% do que no período homólogo do ano passado.

A Mitsubishi do Tramagal produziu, no acumulado do ano, 1 853 viaturas (+6,7%) e a Toyota Caetano 1 234 comerciais ligeiros (+4,2%).

Nos pesados, a produção nacional continua, de acordo com os dados da ACAP, quase concentrada na Mitsubishi Fuso Truck Europe, de onde saíram, no primeiro semestre do ano, 2 884 camiões (+9,9%). A unidade do Tramagal não é, porém, a única fábrica a contribuir para a produção de pesados, já que a CaetanoBus fabricou, de novo segundo a informação da ACAP, um autocarro até Junho.

 

Comments are closed.