A Acciona recebeu “luz verde” da Comissão Nacional de Mercados e Concorrência (CNMC) de Espanha para assumir o controlo da Ilsa, que já tem autorização para lançar um serviço internacional de Alta Velocidade.

A Concorrência espanhola autorizou a entrada da Acciona no capital da Ilsa por considerar que isso “aumentará” a competição futura e dará mais músculo financeiro ao primeiro operador privado de Alta Velocidade.

Além disso, a CNMC prevê que a operação, que a Acciona realizará em parceria com a Operador Ferroviário de Levante, permitirá “partilhar a experiência e o conhecimento dessas duas companhias” antes da abertura do mercado.

A Ilsa, até aqui controlada pelos donos da Air Nostrum, obteve em Setembro passado autorização para iniciar a operação de um AVE internacional entre Madrid e Montpellier, dado que os serviços transfronteiriços já estão liberalizados.

A nova ligação, apesar de ser internacional, contempla paragens em Saragoça e Barcelona, pelo que, na prática, fará concorrência ao AVE da Renfe e à ponte área Madrid-Barcelona. Uma situação já denunciada, sem sucesso, pelos críticos.

O transporte ferroviário doméstico de passageiros em Espanha é, no presente, um monopólio da Renfe, mas será liberalizado em 2020.

 

 

 

 

Comments are closed.