Um voo cargueiro operado conjuntamente pela SATA e pela TAP, que ligue duas vezes por semana ao Continente é uma das propostas do estudo “Açores Logístico”, promovido pela Câmara de Comércio e Indústria daquela região autónoma.

Numa primeira fase, o avião cargueiro, com uma capacidade para 20 toneladas, voaria duas vezes por semana na rota triangular Lisboa – São Miguel – Terceira – Lisboa. Sendo que a perspectiva seria chegar às cinco ligações semanais.

O estudo reconhece que actualmente a oferta de capacidade de carga aérea é já superior à procura, mas sublinha o desfasamento entre as duas, nomeadamente ao nível da frequência. Porque o modelo actual está orientado unicamente para os passageiros.

Os autores defendem, por isso, um “maior foco no negócio da carga aérea”. E propõem que a capacidade dos porões dos aviões de passageiros sejam operada em code share, entre a TAP e a SATA, quer nas ligações com o Continente, quer nas ligações inter-ilhas.

Com o avião cargueiro verificar-se-ia um “aumento do potencial de exportação reprimido pelos constrangimentos logísticos actuais para produtos de alto valor”, além do que se libertaria capacidade nos aviões de passageiros, que poderiam ser assim optimizados.

Comments are closed.