A Hyundai Merchant Marine (HMM) nega a notícia, avançada pelo “Journal of Commerce” (JOC), segundo a qual a Maersk Line e a MSC barraram a entrada da companhia sul-coreana na aliança 2M, tendo-lhe oferecido apenas acordos de partilha de slots.

HMM

“A Maersk Line pediu desculpa e prometeu pedir uma correcção ao JOC”, referiu fonte da HMM ao “Korea Herald”. A fonte mesma garantiu que a companhia sul-coreana continua em negociações para ser membro da aliança 2M. “O contrato oficial de adesão deverá ser concluído até ao início do próximo mês”, salientou.

A companhia sul-coreana assinou, de forma algo surpreendente, em Julho, um memorando de entendimento com a Maersk Line e a MSC para juntar-se à 2M, após ter sido rejeitada pela THE Alliance, nova aliança que vai agrupar companhias de Japão, Taiwan e Alemanha.

Não obstante o memorando de entendimento com a 2M, responsáveis da Maersk Line e MSC já afirmaram publicamente que a entrada da HMM não era garantida.

A HMM, que tem em curso um forte processo de reestruturação, falhou o objectivo de arrecadar alguns dos activos deixados pela compatriota Hanjin Shipping, que entrou em colapso em Agosto. Curiosamente, a corrida a alguns desses activos foi perdida para a MSC e a Maersk (e outros para a Korea Line).

 

Comments are closed.