A espanhola Adif vai investir 95 milhões de euros para levar a tracção eléctrica de Salamanca até Fuentes de Oñoro, na fronteira com Portugal. A obra deverá estar concluída em 2020.

Takargo - Salamanca

Com a concretização do investimento agora aprovado, será possível viajar em composições eléctricas até Madrid, uma vez que a linha entre Salamanca e a capital espanhola, através de Medina del Campo, já está electrificada.

O concurso agora aprovado contempla a instalação da catenária e das subestações eléctricas, mas também a instalação dos equipamentos de comunicações e segurança.

O objectivo é que a a linha, em bitola ibérica, possibilite velocidades comerciais da ordem dos 200 km/hora, com isso dando corpo ao projecto de Alta Velocidade entre Portugal e Espanha.

Do lado de cá da fronteira, a Infraestruturas de Portugal continua a trabalhar na modernização da Linha da Beira Alta e do Aveiro-Salamanca.

Historicamente, Espanha sempre deixou por electrificar as linhas ferroviárias na aproximação às fronteiras com Portugal. E esse tem sido um factor, mais um, limitativo do desenvolvimento do tráfego ferroviário  de mercadorias na Peninsula, ao obrigar à utilização de tracção diesel, mais dispendiosa.

 

This article has 1 comment

  1. Será desta?
    O tempo o dirá!
    Espera-se que o troço Vilar Formoso a Fuentes d’Oñoro não seja esquecido pela ADIF nem pela IP.