A Transportes Riva recebeu luz verde dos governos de Espanha e França para relançar a Auto-Estrada do Mar (AEM) entre Gijon e Nantes St. Nazaire.

AEM Gijon-Nantes

A aprovação foi dada numa reunião entre o transportador e o presidente da Puertos Del Estado, realizada ontem. O próximo passo será candidatar a AEM ao Mecanismo Interligar a Europa (CEF, na sigla em inglês), para obter co-financiamento comunitário.

A Riva espera reabrir a linha, que a LD Lines fechou em Setembro de 2014, no dia 10 de Janeiro de 2016.

O plano de negócios prevê transportar 18 472 camiões em 2016 e 36 660 em 2017 (o máximo alguma vez registado pelo anterior operador foi de 25 000 camiões), um crescimento que será conseguido com a incorporação de um segundo navio e o alargamento do serviço ao porto de Poole, no Reino Unido.

O serviço terá três saídas semanais em cada sentido, com um tempo de trânsito de 18 horas.

Um factor importante para obter subsídios europeus é a redução das emissões. A Transportes Riva prevê que a AEM possibilitará deixar de emitir para a atmosfera 33 600 toneladas de CO2 por ano, um volume que aumentará para 38 400 toneladas anuais quando entrar ao serviço o segundo ferry.

 

Comments are closed.