A Suardiaz faz um balanço positivo do primeiro mês da operação da AEM entre Vigo e Nantes, salientando que está a ter “uma boa resposta” do mercado. Mas a PSA é, de longe, o principal cliente.

Em declarações à imprensa local, um responsável da Suardiaz sublinhou que ainda há muito trabalho comercial a fazer para conquistar clientes, na região da Galiza mas também no Norte de Portugal e em Castela-Leão.

“O nosso objectivo era conseguir novos carregadores e isso estamos a consegui-lo, anda que haja que esperar pelo menos até ao Verão para fazer um balanço”, referiu a mesma fonte.

Entre as mercadorias embarcadas no novo serviço estão já também cargas de ardósia que até há bem pouco tempo eram transportadas na AEM Gijon-Nantes entretanto suspensa.

No que toca à política de preços, o mesmo porta-voz referiu, sem precisar, que as tarifas são adequadas aos custos e às vantagens resultantes da transferência das cargas, das estradas para o mar.

Certo é que a PSA, através da Gefco, continua a ser, de muito longe, a maior cliente nova AEM, assegurada agora por dois navios.

A AEM Vigo-Nantes arrancou em Janeiro, com pompa e circunstância, numa cerimónia  em que marcaram presença o presidente da Suardiaz, o presidente da Puertos del Estado e a ministra do Fomento de Espanha. Um facto que não agradou às gentes de Gijón, que tinham visto a sua própria AEM – também para Nantes – encerrar pouco tempo antes.

Comments are closed.