O tráfego de mercadorias entre Vigo e Nantes cresceu 41%, para as 231 359 toneladas, no primeiro semestre de 2015 em relação ao período homólogo do ano passado.

AEM Vigo-Nantes

Os números são da Autoridade Portuária de Vigo (APV) que os considera uma validação à necessidade da Auto-estrada do Mar lançada no passado dia 19 de Janeiro, entre o porto galego e Saint-Nazaire.

Entre os diversos tipos de cargas, os reboques cresceram 26%, os automóveis 57%, o granito bruto 132%, os equipamentos 132% e as máquinas 30%.

A taxa de ocupação da capacidade é maior no sentido Espanha-França, chegando aos 70%.

A APV confia que os números do segundo semestre do ano sejam, de igual modo, bons. A confiança tem como principal fundamento o contrato com a Renault para o transporte dos 30 mil veículos produzidos em Palência e Valladolid (a que se juntam as unidades Clio oriundas da Turquia, que fazem o transbordo em Vigo com destino a França), de que o primeiro embarque aconteceu a 8 de Junho.

Já em Setembro, o operador da linha, a Surdiaz, recuperou a frequência trissemanal das ligações.

A companhia ainda aguarda pelas subvenções dos governos de França e de Espanha (entretanto aprovadas), bem como do programa europeu Marco Polo.

Comments are closed.