Alavancada no arranque pelos tráfegos do grupo PSA Peugeot-Citroën, a AEM Vigo-Nantes acaba de garantir um novo impulso, agora da Renault, para quem transportará 30 mil viaturas/ano.

Renault em Vigo

O grupo CAT, um dos operadores logísticos da Renault, assinou um contrato com a Suardíaz para o transporte de 30 mil veículos produzidos nas fábricas da marca gaulesa em Espanha (Valladolid e Palência), assim como os componentes para o fornecimento dessas unidades fabris.

O transporte marítimo será efectuado entre Vigo e Nantes, deixando o construtor francês de recorrer ao porto de El Musel, Gijón, onde chegou a ser cliente da AEM ali operada pela LD Lines.

A maioria dos veículos (80%) será transportada por ferrovia de Valladolid e Palência até Porriño e, depois, de camião até ao terminal ro-ro de Vigo. Os restantes modelos – entre os quais os Captur, Kadjar e Mégane – farão todo o percurso entre as fábricas e Bouzas de camião.

O comboio, com capacidade para 70 a 180 automóveis, terá periodicidade semanal e arrancará no próximo dia 28 de Maio.

Aos 30 mil Renault a transportar a partir do porto galego juntam-se as unidades Clio oriundas da Turquia que ali fazem o transbordo com destino a França.

Apenas a PSA Peugeot Citroën supera a Renault em termos de marcas automóveis em Vigo, pois transporta desde a fábrica que tem na cidade cerca de 45 mil automóveis por ano.

Este novo transporte pode ser o impulso definitivo para a AEM Vigo-Saint Nazaire, que ainda espera a luz verde da União Europeia para que os estados francês e espanhol a subsidiem, em partes iguais, com 23 milhões de euros.

 

Comments are closed.