O aeroporto londrino de Heathrow poderá, finalmente, avançar com a expansão e a construção da terceira pista. A Câmara dos Comuns aprovou o projecto, com 415 votos a favor e 119 contra.

Se tudo correr pelo melhor, as obras poderão iniciar-se em 2020-21, para estarem terminadas em 2025. Mas a batalha de décadas sobre a expansão do principal aeroporto britânico pode ainda não ter terminado, já que os opositores do projecto prometem continuar a recorrer à Justiça para travar as intenções da Heathrow Airport Holdings (HAH), detida a 25% pela espanhola Ferrovial.

O projeto de expansão do terminal prevê um investimento de 13 mil milhões de libras esterlinas (14 800 milhões de euros). Que não sairão dos cofres públicos, garante o governo britânico. Serão os privados a paá-lo.

Talvez por isso, mas não só, o grupo IAG,  principal cliente de Heathrow, é o mais crítico do orçamento, que considera demasiado elevado.

A British e a Aer Lingus representam pouco mais de 54% dos direitos de descolagem e aterragem (slots) do aeroporto londrino. A terceira pista significará um aumento de cerca de 30% do número de slots, passando de 480 mil para 740 mil anuais.

É, precisamente, na distribuição de direitos de uso que a IAG pode ver uma certa ameaça. De acordo com os regulamentos europeus, 50% das slots extra terão de ser oferecidas a novos operadores, enquanto a outra metade será distribuída entre os actuais utilizadores do aeroporto.

Em números redondos, a IAG poderia ocupar mais de 25% das novas posições, mas concorrentes como a Virgin e a Lufthansa também aumentariam as operações, assim como enfrentaria nova concorrência nas operações de longo curso de companhias como a Norwegian.

Pista custa apenas 600 milhões

Dos 13 mil milhões de libras orçamentadas, a terceira pista representará “apenas” 600 milhões.

A maior fatia do orçamento é destinada ao sexto terminal de Heathrow, ao pagamento das expropriações, ou à compra e insonorização das casas afectadas pelo impacto sonoro. Este último item, só por si, está orçado em cerca de 3 000 milhões de libras.

 

This article has 1 comment

  1. É vergonhoso para Portugal, Londres adiciona mais 1 pista e Lisboa nem 1 pista adiciona, Londres vai passar a movimentar 180.000.000 milhões de passageiros em todos os seus aeroportos que servem a sua capital e a nossa capital não consegue receber 30 milhões alguém mande o Antónia Costa voar daqui para fora o homem só soma incompetência há 3 anos, que grande vergonha !