A Air France-KLM Cargo terá, a partir de Setembro, novas instalações de triagem de encomendas no aeroporto de Schiphol.

AF-KLM Cargo

De acordo com a companhia, este investimento, centrado no comércio electrónico, será o primeiro de muitos, após três anos de redução de custos.

O novo sistema de triagem foi projectado para lidar com correio e encomendas expresso, assim como algumas remessas farmacêuticas. As instalações processarão mais de 2 000 itens por hora, o equivalente a 100 toneladas por dia ou 35 000 toneladas por ano.

Na cerimónia de apresentação da nova infra-estrutura, o vice-presidente executivo da AF-KLM-Martinair Cargo, Marcel de Nooijer, disse que o novo centro permitirá “trabalhar mais com menos funcionários”, tornando a companhia aérea mais competitiva.

“Desde Setembro do ano passado, vimos uma mudança significativa na indústria com todos os KPI [indicadores-chave de desempenho] ​​a apontarem na direcção certa, em grande parte impulsionada pelo comércio electrónico”, referiu De Nooijer.

As remessas de correio, do sector farmacêutico e expresso na KLM duplicaram desde 2010, representando aproximadamente 25% dos movimentos totais de carga da transportadora. O vice-presidente executivo da AF-KLM-Martinair Cargo indicou que o objectivo é aumentar essa quota para 30%. Referiu ainda que as novas instalações de triagem poderão duplicar a capacidade para 32 mil toneladas de encomendas expresso e outras tantas toneladas de produtos farmacêuticos.

 

Os comentários estão encerrados.