As exportações de componentes automóveis atingiram 3 700 milhões de euros de Janeiro a Maio, mais 5% do que no período homólogo do ano transacto.

Exportações de componentes automóveis cresceram 5% ate Maio

As contas são da Associação de Fabricantes para a Indústria Automóvel (AFIA), com base nos dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) sobre as exportações nacionais.

Desde a associação do sector indicam que “este vigoroso crescimento do valor das exportações está muito acima do crescimento global do mercado”, em particular do mercado europeu para o qual é esperada uma estagnação em 2019. “Isto quer dizer que a indústria portuguesa de componentes para a indústria automóvel continua a conquistar quota de mercado, crescendo a taxa bem acima da taxa de crescimento do mercado automóvel”, refere a nota da AFIA.

As exportações de componentes são dirigidas maioritariamente para o mercado europeu, com Espanha e Alemanha a serem os destinos prioritários, seguidos de França e Inglaterra. Estes quatros países absorvem 71% do total, com os restantes 29% a terem destinos diversos, como os restantes países europeus, Estados Unidos, Marrocos, China e México.

“Os componentes de automóveis fabricados em Portugal representaram no primeiro quadrimestre deste ano 15% do total das exportações portuguesas de bens e serviços transaccionáveis”, salientam desde a AFIA.

 

 

Comments are closed.