Os componentes para a indústria automóvel têm aumentado as exportações a um ritmo anual de 5-10% desde 2010, mas a AFIA teme pela sustentabilidade deste crescimento . . .

 

*** CONTEÚDO DE ACESSO RESERVADO. FAÇA LOGIN OU TORNE-SE ASSINANTE T&N ***