A Air Berlin, a segunda maior companhia aérea alemã, cessará as operações no próximo dia 28. Para depois de amanhã, quinta-feira, esperam-se novidades das negociações com a Lufthansa e a easyJet.

Numa carta dirigida aos trabalhadores, a direcção da companhia anuncia que a Air Berlin, declarada insolvente em meados de Agosto, deixará de voar a partir do próximo dia 28 do corrente.

Ao invés, as filiais LG Walter e Niki (austríaca) poderão continuar a operar, o mesmo acontecendo com os 38 aviões que estão alugados à Eurowings (filial da Lufthansa).

A manutenção das restantes operações – e, desde logo, o futuro dos cerca de 8 000 trabalhadores – está dependente do sucesso das negociações em curso com a Lufthansa e a easyJet. A companhia alemã estará interessada na compra de 93 dos 134 aviões da Air Bserlin, ao passo que a low cost quererá entre 27 e 30 aparelhos.

Na próxima quinta-feira se saberá se as negociações tiveram em sucesso. Na certeza de que nesse dia termina o acordo de exclusividade, o que significa que a Air Berlin poderá então negociar com outros potenciais interessados.

 

Comments are closed.