A Joon, a low cost da Air France lançada no final de 2017, vai ser integrada na companhia-mãe. As operações em Portugal mantêm-se e deverão até ser reforçadas, apurou o TRANSPORTES & NEGÓCIOS.

A Air France anunciou ontem o fim da Joon, a companhia low cost que lançou no final de 2017, especialmente focada no público dos millenials.

Em comunicado, a companhia gaulesa justifica a decisão com o reconhecimento de que a Joon “foi mal compreendida pelos clientes, trabalhadores, mercado e investidores”.

“A multiplicidade de marcas gerou complexidade e, lamentavelmente, debilitou a força da Air France”, acrescentou.

Em consequência, os aviões e os trabalhadores da Joon serão integrados na Air France, que assim aposta na harmonização da oferta em termos de frota, produtos e marca.

Reforço em Portugal

Foi em Dezembro de 2017 que a Joon substituiu a Air France nas ligações de Lisboa e Porto a Paris-Charles de Gaulle. E agora, como será?

Ao TRANSPORTES & NEGÓCIOS, Amílcar Horta, director comercial da Air France Cargo para Portugal, afirmou que a operação da transportadora gaulesa até serão reforçada, pelo menos no Porto. Em Lisboa já há voos diários.

“Actualmente, no Porto só temos voos para Paris às terças, quintas e sábados. No horário de Verão (a partir de 1 de Abril) passará a haver voos diários”, disse. “E no pico do Ver

No imediato, o previsto é que os voos de segunda a sexta-feira sejam assegurados pela Air France, e ao “sábados e domingos pela Joon”.

Mas, como sublinhou Amílcar Horta, “seja Air France ou Joon, o número de voo é sempre AF…”.

 

 

 

Tags:

Comments are closed.