O Airbus A330-700, mais conhecido por Beluga XL, avião de nova geração para o transporte de peças de outras aeronaves, efectuou o primeiro voo ontem (dia 19), quando levantou da pista do aeródromo de Toulouse-Blagnac.

Este tipo de avião, cujo nome deriva da sua semelhança com a baleia branca homónima, será sobretudo usado para transportar componentes e sectores inteiros das diferentes variantes das aeronaves da Airbus, dos locais de produção espalhados por toda a Europa para as linhas de montagem finais em França, Alemanha e Espanha.

Este novo modelo do Beluga, em projecto desde 2014, substituirá o que está ao serviço desde 1992. A Airbus planeia construir cinco aeronaves Beluga XL. Operacionais no fim de 2019, fornecerão 30% adicionais de capacidade de transporte à rede industrial do construtor europeu.

O Beluga XL é capaz de transportar 53 toneladas em distâncias de até 4 000 quilómetros. É seis metros mais longo, um metro mais largo e tem uma capacidade de carga superior em seis toneladas à anterior geração Beluga.

 

Os comentários estão encerrados.