A Airbus está a trabalhar no CityAirbus e no Vahana, dois projectos de economia colaborativa que pretendem responder aos problemas de mobilidade nas cidades com grande crescimento populacional.
Airbus táxi

“Em apenas dez anos, poderemos ter produtos no mercado que revolucionarão o transporte urbano para milhares de pessoas”, afirmou, numa reportagem publicada pela Airbus, Rodin Lyasoff, executivo de projectos da A3, filial do construtor europeu localizada em Silicon Valley.

O CityAirbus pressupõe a criação do primeiro táxi aéreo. De acordo com os responsáveis pelo projecto, os utilizadores poderão solicitar o serviço através de uma aplicação e recorrer ao heliporto mais próximo. Segundo a Airbus, uma viagem na futura aeronave terá um custo equivalente a um serviço de táxi e funcionará de acordo com os princípios da economia colaborativa (como a Uber).

Já o projecto Vahana visa um veículo autónomo para o transporte de passageiros e de mercadorias. A Airbus espera ter um primeiro protótipo no fim de 2017. A equipa já está a trabalhar desde Fevereiro e os seus membros indicam que muita da tecnologia a usar já está disponível, tal como as baterias e os motores.

De acordo com o construtor europeu de aviões, em 2030 mais de 60% da população mundial habitará em cidades, mais 10 p.p. do que no presente.

 

 

Comments are closed.