A Airbus derrotou a Boeing no número de encomendas líquidas contratadas em 2015. Ao invés, a companhia norte-americana terá entregue mais aviões que a rival europeia.

Airbus vs. Boeing

Os números definitivos da Airbus relativos a 2015 só amanhã serão conhecidos. Ainda assim, e divulgados que foram os dados finais da Boeing, é desde já possível dizer que a construtora europeia venceu a concorrência nas encomendas. No final de Novembro contava 1 007 pedidos (já excluídos os 72 cancelamentos), mais do que os 768 (já sem 110 anulações) contabilizados pela Boeing nos 12 meses.

Entre as encomendas registadas até Novembro pela Airbus estão 53 aviões para a TAP. Sendo  que do lado das desistências também figurarão os A350 que a companhia portuguesa encomendou há uns anos.

Com o A320neo e o A321neo como modelos mais populares, o total de pedidos contabilizados pela Airbus nos 11 primeiros meses do ano passado totalizam, a preços de catálogo, 133,8 mil milhões de dólares (122,4 mil milhões de euros).

As 768 encomendas registadas pela Boeing nos 12 meses de 2015 valem, a preços de catálogo, um total de 112,4 mil milhões de euros (102,8 mil milhões de euros).

Em termos de entregas, a companhia sediada em Chicago deverá ter saído vencedora em 2015. Com efeito, a Boeing contabilizou a entrega de 762 novos aparelhos (495 B737, 98 B777, 135 B787, 18 B747 e 16 B767), enquanto a Airbus apenas entregou, até Novembro, 556 aviões (247 A320ceo, 164 A321ceo, 57 A330-300, 27 A330-200, 24 A319ceo, 24 A380, dez A350-900, dois A330-200F e um A318).

 

 

 

Tags:

Comments are closed.