A Airbus vai adquirir uma participação maioritária na Aircraft Limited Partnership (CSALP), companhia que produz o modelo da Série C da Bombardier. Trata-se de uma gama de aviões de médio alcance com capacidade para entre 100 e 150 passageiros.

Bombardier Serie C

A Bombardier indica, em comunicado, que o consórcio europeu comprará 50,01% da CSALP. O restante capital da empresa ficará com a Bombardier (31%) e com a Investissement Québec (19%).

O acordo inclui a abertura de uma segunda linha de produção nos Estados Unidos, o que permitirá evitar os direitos aduaneiros à importação das aeronaves. É que a venda da maioria da CSALP surge pouco depois das autoridades dos Estados Unidos terem imposto 300% de taxas aduaneiras aos aviões em causa, produzidos no Canadá

A medida foi adoptada por Washington a pedido da Boeing, que considera que a Bombardier recebe subsídios das autoridades do Canadá para tornar o preço dos Série C inferior ao dos aviões concorrentes.

O receio de perda de empregos no Canadá levou o governo liderado por Justin Trudeau a indicar que irá rever o acordo para garantir que vai de encontro ao “interesse nacional” e cria postos de trabalho no país.

Bombardier e Airbus indicam, no entanto, que a abertura de uma segunda linha de montagem da Série C no Alabama (onde a Airbus já possui uma fabrica) para clientes dos EUA não impede que a principal linha de produção da aeronave permaneça no Canadá.

Tags:

Comments are closed.