A Airbus vai vender mais 300 aviões à China Aviation Supplies Holding Company (CAS), num negócio de 30 mil milhões de euros, a preços de catálogo.

O contrato compreende o fornecimento de 290 A320 e dez A350. Há dois anos, a CAS já havia encomendado 140 aparelhos à Airbus: 100 A320 e 40 A350.

O negócio foi formalizado no âmbito da visita de Estado do presidente da China, Xi Jinping, a França.

A CAS é uma empresa estatal chinesa que, entre outros negócios, opera no leasing de aviões.

A China é já um dos principais mercados de aviação e a sua importância tende a crescer. As previsões da Airbus para o período 2018-2037 apontam para necessidades de 7 400 novos aviões de passageiros e carga só para o país, o que representará cerca de 20% das encomendas mundiais.

 

Tags:

Comments are closed.