A nova comissária europeia dos Transportes, Aldina Valean, defende a generalização da eurovinheta a toda a UE.

A comissária romena considera prioritário o estabelecimento de portagens que incentivem a transformação das frotas com veículos mais ecológicos e que façam melhor uso da infra-estrutura. Assim, Aldina Valean propõe-se actualizar a directiva sobre a eurovinheta e que os Estados-membros possam cobrar pelo uso da infra-estrutura para enfrentar os desafios ambientais com investimentos mais sustentáveis ​​no transporte rodoviário.

Esta medida fará parte de um plano mais amplo de descarbonização do transporte. A comissária europeia pretende acelerar a transição energética para um modelo de sustentabilidade ambiental com incentivos económicos e a aplicação do princípio “poluidor-pagador”.

Aldina Valean tem, além disso, como objectivo enquanto liderar os destinos da DG Move promover mercados abertos de transporte, nos quais se verifique uma “concorrência justa, baseada na convergência regulatória, igualdade de condições e sustentabilidade”.

Além disso, a nova comissária trabalhará para “tornar outros modos de transporte mais atractivos”, usando a ferrovia em vez da estrada para o longo curso. Em termos de infra-estrutura, Valean pretende finalizar e modernizar a rede, no sentido tornar o transporte uma actividade “mais segura, justa e fiável”, melhorando a ligação nas fronteiras e entre os diferentes modos.

 

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*