A indigitada comissária europeia dos Transportes, Aldina Valean, tem pressa na aprovação do Pacote da Mobilidade.

Durante a audiência realizada ontem (dia 14) no Parlamento Europeu, em que recebeu a aprovação da câmara para sua nomeação final, Aldina Valean destacou que “é da maior importância” que seja, finalmente, aprovada esta reforma do transporte rodoviário, cujo objectivo passa por “fortalecer o bom funcionamento do mercado único e oferecer bons serviços e condições para quem trabalha no sistema”.

A futura comissária europeia dos Transportes considera que “toda a legislação controversa deve ser avaliada, pelo que tem de avaliar-se o seu funcionamento e aplicação para, posteriormente, tomarem-se medidas adicionais”.

Planos “verdes”

Os objectivos perseguidos pela futura comissária estão em linha com o novo plano verde promovido pela presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen, o chamado Green and Fair New Deal.

Para Valean, este acordo europeu verde e justo “não pode ser realizado sem colocar o transporte no centro da estratégia”. Além de desenvolver uma estratégia de mobilidade inteligente antes do final do ano, também se comprometeu a continuar a promover a digitalização e automatização do sector dos transportes, para as quais será necessário investir na formação e reabilitação dos trabalhadores.

Os objectivos de sustentabilidade de Aldina Valean, que considera que o princípio poluidor-pagador não está a ser aplicado de forma correcta, também incluem o impulso à multimodalidade e, em particular, ao transporte ferroviário.

A futura comissária europeia dos Transportes também trabalhará para reduzir o congestionamento e as emissões do espaço aéreo e espera completar o Céu Único Europeu. No que se refere à actividade portuária, a mesma fonte salientou a importância do sector marítimo contribuir para o esforço geral para reduzir as emissões poluentes.

A candidata a comissária também pretende concentrar esforços na promoção da adopção de veículos limpos e no desenvolvimento de uma rede de pontos de reabastecimento e de recarregamento disponíveis para o público. Em relação ao investimento em infra-estruturas, Valean garantiu que defenderá o orçamento do Mecanismo Conectar Europa (CEF, na sigla em inglês) para o próximo quadro plurianual financeiro.

 

 

Comments are closed.