O Grupo Alibaba planeia comprar uma participação na STO Express. Passará a ser accionista de quatro das seis grandes companhias de distribuição da China.

A Alibaba divulgou que pagará 4,66 mil milhões de yuans (615,6 milhões de euros) por uma participação de 49% de uma nova entidade que controlará 29,9% da STO Express.

“Aprofundaremos a colaboração já existente com a STO em termos de tecnologia, entregas de última milha em toda a China e a logística do novo retalho”, refere o comunicado do gigante do comércio electrónico.

“Este investimento é um passo em frente para o objectivo de conseguir entregas em 24 horas em qualquer ponto da China e em 72 horas globalmente”, indica a mesma nota.

O grupo não revelou mais pormenores sobre como pretende montar a operação, mas a comunicação social internacional avança que a Alibaba assinou, na semana passada, um acordo-quadro com a Deyin Investment, maior accionista da STO, que vai transferir uma participação combinada de 46% na companhia para duas novas unidades que serão criadas em breve. Actualmente, a Deyin controla cerca de 54% da empresa.

 

Comments are closed.