A Alibaba reforçou a aposta na logística com um investimento de 1,38 mil milhões de dólares (1,19 mil milhões de euros) na companhia de entregas urgentes chinesa ZTO Express.

O investimento do gigante do e-commerce foi efectuado em parceria com a sua filial de logística, a Cainiao. As duas entidades, em conjunto com outros investidores não revelados, compram cerca de 10% da ZTO Express, com o negócio a ter conclusão prevista para Junho.

A ZTO Express dispersou o capital na Bolsa de Nova Iorque em 2016, angariando 1,4 mil milhões de dólares (1,2 mil milhões de euros) naquela que foi a maior oferta pública iniciai (IPO) desse ano nos EUA. A companhia sediada em Xangai afirma ser uma dos maiores operadores de logística da China através de uma rede baseada em parceiros. Entre os seus clientes estão a própria Alibaba e a concorrente do comércio electrónico JD.com.

A entrada no capital da ZTO Express foca-se no “novo retalho” da Alibaba, que funde conceitos do comércio electrónico e do comércio em lojas físicas. A ideia do gigante asiático é aliar a rapidez e a facilidade do e-commerce às vantagens das lojas físicas, como o tocar e sentir os produtos ou o atendimento ao cliente.

A Alibaba já abriu lojas híbridas em diferentes regiões da China, sendo que a logística rápida representa uma parte importante do sucesso do plano.

 

Os comentários estão encerrados.