A Alphaliner considera “irrealista” o objectivo anunciado pela Hyundai Merchant Marine (HMM) de mais do que duplicar a quota de mercado até 2021, de 2,2% para 5%.
HMM

A consultora explica que a companhia sul-coreana “não apoiou os planos de crescimento com quaisquer estratégias coerentes”.

Para atingir aquele aumento de quota de mercado, a HMM teria de aumentar a capacidade actual em mais de 140%, acrescentando aos actuais 455 mil TEU outros 650 mil TEU, e assim ultrapassando os 1,1 milhões de TEU.

De acordo com a Alphaliner, a capacidade adicional necessária para a HMM atingir 5% de quota de mercado seria equivalente a comprar toda a frota operada pela Hanjin Shipping, que entrou em colapso em Agosto último.

Pelo contrário, a HMM já indicou que “não estará excessivamente activa na expansão de frota”, o que torna as metas de aumento de capacidade ainda menos exequíveis, avisa a Alphaliner.

“Os planos da HMM apontam para focar-se no Ásia-Estados Unidos e na aquisição de mais terminais de contentores, embora nenhum desses esforços tenha potencial para ajudar a companhia a atingir o objectivo de crescimento auto-imposto”, indica a nota da consultora. O acordo entre a HMM e aliança 2M prevê que a companhia sul-coreana abandone as operações no Extremo Oriente-Europa e Extremo Oriente-Costa Leste dos Estados Unidos.

 

Tags:

Comments are closed.