Pela primeira vez, o Conselho de Estado francês chumbou um projecto de construção de uma linha de Alta Velocidade, no caso a ligação Poitiers-Limoges.

Alta Velocidade  TGV

O Conselho de Estado, que é a máxima autoridade administrativa e o supremo órgão consultivo do governo, anulou a declaração de utilidade pública do projecto, outorgada em Janeiro de 2015, por considerar que a avaliação económica e social tinha lacunas e que os inconvenientes da construção da nova infra-estrutura superavam os benefícios.

A linha de Alta Velocidade Poitiers-Limoges iria ter 131 quilómetros de comprimento. Desses, 112 iriam ter velocidade de operação de 320 km/h e 19 seriam troços de ligação. O investimento estimado em 2011 ascendia a 1 600 milhões de euros. O objectivo era estender o serviço de Alta Velocidade de Limoges a Paris.

O projecto de Alta Velocidade também tinha a oposição das autoridades locais e grupos de pressão, que apoiam a melhoria da linha principal Paris-Orléans-Limoges-Toulouse. O gestor das infra-estruturas francês já se comprometeu a investir 1 500 milhões de euros na modernização desse traçado.

 

 

 

Comments are closed.