A Renfe pretende entrar no mercado da Alta Velocidade em França e na Itália. Será como que uma resposta à entrada da SNCF e da Trenitalia no AVE, em Dezembro de 2020.

A Renfe, de acordo com o “El País”, iniciou dois estudos de mercado para aferir da viabilidade de uma oferta espanhola nas linhas de Alta Velocidade de França e de Itália, como um passo prévio para tentar criar uma oferta comercial nos dois países. Os planos da operadora passam por alinhar nesses serviços internacionais dez dos 30 comboios Talgo Avril (série 106) que encomendou ao construtor basco, segundo as fontes do periódico espanhol.

O objectivo da Renfe é ter preços competitivos face aos gigantes SNCF e Trenitalia, que têm o seu próprio modelo low-cost nos principais serviços de Alta Velocidade que operam. Para tal, o operador espanhol pretende conseguir acomodar no interior das carruagens dos Talgo Avril 600 passageiros, com uma distribuição de cinco assentos por fila (3+2), ganhando pouco mais de 100 lugares face aos AVE que operam actualmente em Espanha.

O processo requer a homologação dos comboios pelos gestores da infra-estrutura ferroviária de França (Arafer) e de Itália (Rete Ferroviaria Italiana), pelo que o início das operações não ocorrerá antes de 2021, apesar da data oficial de liberalização do transporte ferroviário europeu ser 14 de Dezembro de 2020.

 

This article has 1 comment

  1. Portugal quer que a Renfe e A SNCF entrem no nosso mercado para ligar de Norte a SUL, de Valença Minho a Vila Real Sto António passando pelo Porto, Lisboa e Faro mais tarde com as ligações às 2 fronteiras : Norte : Vilar Formoso e Sul : Caia, precisamos de comboios novos já