Os transportes colectivos de passageiros em Amarante foram reactivados esta semana, informou a Câmara, que investiu 200 mil euros para garantir a mobilidade aos munícipes.

Segundo a autarquia, a oferta foi preparada com os operadores privados para “adequar a oferta à procura” e corresponder a mais uma fase do confinamento, “nos termos da legislação aplicável durante a pandemia da Covid-19″.

Fonte camarária disse à “Lusa” que o investimento da autarquia, no período de pandemia, procurou compensar os operadores pela diminuição da procura, assegurando, assim, a mobilidade à população dos diferentes pontos do maior concelho do distrito do Porto.

Esta fase do sistema de transportes colectivos de passageiros segue-se a outras delineadas pela Câmara “pensadas para dar resposta à abertura gradual da economia e às necessidades de transporte dos alunos que regressaram às aulas presenciais”.

Os horários praticados actualmente são os habituais nesta época do ano, fora do período escolar, e podem ser consultados junto dos operadores.

Estão incluídos nesta solução todos os horários das linhas e do serviço assegurado pelo município na área urbana (VIA).

A ligação ao transporte ferroviário, na estação de Vila Meã, a partir de Amarante, não sofreu alterações.

Segundo a fonte, mantêm-se em vigor as medidas de protecção dos passageiros, nomeadamente limpeza e desinfecção das viaturas, limite de lotação a dois terços de capacidade e distanciamento físico recomendado.

Comments are closed.