A Amazon prossegue a ofensiva logística em Espanha. A gigante do e-commerce anunciou agora que o centro Iberum, em Illescas (Toledo), será o maior da companhia no país vizinho e estará operacional no Outono de 2018.

Amazon - Barcelona

Com uma área de 100 mil metros quadrados, o novo centro de logística na comunidade autónoma de Castela-Mancha será ainda maior do que o armazém robotizado que a Amazon vai abrir em El Prat (Barcelona) já no próximo Outono.

O centro de Toledo “irá contribuir para a expansão internacional de ainda mais vendedores externos, muitos dos quais pequenas empresas locais, graças à nossa ampla capacidade logística”, indica a Amazon em comunicado.

O centro de Illescas será integrado na rede europeia de logística da multinacional, que tem mais de 30 armazéns em sete países. O investimento da Amazon neste novo armazém será, avançou o “Cinco Días”, de 60 milhões de euros.

A companhia planeia contratar 900 trabalhadores nos três anos após a sua abertura.

Investimentos em Espanha

O comércio electrónico está a crescer em todo o mundo e Espanha não é excepção. O volume de negócios do e-commerce no país vizinho no ano passado foi de 24 185 milhões de euros, mais 20,8% do que em 2015 e um valor recorde.

A ofensiva logística em curso é uma resposta da Amazon a esta realidade. Ainda na semana passada, a companhia inaugurou uma estação de logística em Paterna, a primeira da Amazon em Valência e que vai empregar 80 pessoas. Uma semana antes, o gigante das vendas pela Internet inaugurou uma outra estação em Getafe.

No presente, a rede logística da Amazon na Espanha inclui o centro de San Fernando de Henares (Madrid), e um centro em Castellbisbal (Barcelona) dedicado ao Amazon Pantry, o novo serviço que se assemelha a um supermercado online, sem mínimo de compra. A companhia tem ainda dois centros de logística urbana em Madrid e Barcelona para as entregas rápidas aos clientes Prime.

 

Tags:

Comments are closed.