A Amazon já arrancou com o projecto de assumir directamente o transporte marítimo de mercadorias da China para os Estados Unidos, noticia o “Wall Street Journal”.

Amazon

O gigante do e-commerce não opera com navios próprios, antes está a comprar espaço juntos de transportadores marítimos para transportar mercadorias vendidas por fabricantes chineses na sua plataforma. Desde Outubro, já terá transportado cerca de 150 contentores, entre portos chineses e os seus armazéns nos EUA .

Recorde-se que a Comissão Marítima Federal dos EUA autorizou, em Janeiro de 2016, a Amazon a operar como NVOCC no tráfego entre a China e os EUA.

A entrada no transporte marítimo é mais um passo na estratégia da Amazon de internalização das operações logísticas. A companhia está a comprar aviões, camiões e infra-estruturas de transporte na Europa e nos EUA.

Com isso, a Amazon pretende ganhar em capacidade e em flexibilidade, mas acima de tudo quererá  reduzir os custos. Os custos logísticos da multinacional de comércio electrónico estão estimados em cerca de mil milhões de dólares (931,5 milhões de euros) por mês.

A Alibaba, rival chinês da Amazon, assinou recentemente um acordo com a Maersk para passar a oferecer aos seus clientes preços e espaços dedicados nos navios da companhia dinamarquesa.

 

Tags:

Comments are closed.