A Amazon reforça a aposta nas operações logísticas para terceiros com o lançamento, hoje, do seu Programa Pan-europeu de Logística, através do qual se propõe gerir, sem custos adicionais, o inventário dos clientes, especialmente as PME.

03.09.12-New Amazon Fulfillment Centre, Boundary Way, Hemel Hempstead, HP2 7LF

Com este serviço, as empresas que utilizam o gigante do e-commerce como canal das suas vendas online apenas têm de entregar os seus produtos no centro logístico da Amazon mais próximo. A partir daí, a gigante norte-americana tratará de distribuir o inventário pela sua rede europeia de plataformas logísticas (29 em sete países), baseada no histórico das encomendas processadas,  com isso reduzindo também o tempo de entrega ao cliente final. Após cada encomenda, a Amazon assegurará a embalagem e a entrega no destino.

Fonte da companhia indicou ao espanhol “Cinco Días” que as empresas pagarão pelo serviço a tarifa local da Amazon Logística. Isto permitirá, ainda segundo a Amazon, que compitam em condições de igualdade com as empresas nacionais do país europeu para onde exportarem.

De notar que as vendas de terceiros são um negócio cada vez menos residual para a empresa de e-commerce norte-americana. A Amazon indica ter mais de dois milhões de empresas, a nível mundial, inscritas no seu “marketplace”, e que as vendas destas a terceiros representam mais de 40% do total de unidades vendidas.

Em 2015, as empresas que vendem os seus produtos na Amazon enviaram mais de um milhão de unidades através da companhia norte-americana.

 

 

 

Tags:

Comments are closed.