A Amazon prepara-se para entrar no capital da Cargojet, sua fornecedora de serviços de transporte aéreo no Canadá.

Amazon poderá comprar até 14% das acções da Cargojet

 

 

A Amazon continua apostada em desenvolver a sua própria capacidade de transporte aéreo para apoiar os serviços de entrega no dia seguinte. Agora chegou a acordo com a Cargojet para aumentar o volume de serviços contratados, com a possibilidade de passar a accionista.

Como parte do acordo, a Cargojet emitirá warrants para a Amazon em duas parcelas. A primeira tranche permite que a Amazon adquira até 9,9% das acções com direito de voto da companhia aérea. Essa aquisição será feita ao longo de seis anos e meio, com a Amazon a comprometer-se a contratar serviços no valor de 400 milhões de dólares canadianos (270 milhões de euros) durante o mesmo prazo.

A Amazon poderá ainda adquirir até 5% adicionais das acções com direito a voto da Cargojet se contratar até mais 200 milhões de dólares canadianos (136 milhões de euros) de serviços, após a primeira parcela ser totalmente adquirida.

A Cargojet espera que, no longo prazo, o acordo “gere crescimento adicional de receita e seja significativo para a rentabilidade”.

A companhia canadiana planeia, ao longo do tempo, adicionar mais voos sem escalas, permitindo partidas e chegadas mais cedo para as 15 principais cidades em que a Cargojet já opera, além de adicionar novos destinos à sua rede nocturna.

 

 

 

Tags:

Comments are closed.