A partir da próxima segunda-feira, os associados da Antram terão ao dispor uma bolsa de cargas privada, criada em parceria com a Wtransnet.

Wtransnet

O novo serviço permitirá aos transportadores rodoviários de mercadorias associados optimizarem a utilização da sua capacidade de transporte e a gestão de rotas, em cooperação com outros operadores.

“Esta bolsa de cargas privada constitui por si só uma mais-valia para os nossos Associados na medida em que permitirá não só estimular a atividade mas sobretudo criar novas oportunidades de negócio”, refere a propósito o presidente da Antram, citado num comunicado emitido a propósito.

O comunicado não avança pormenores sobre as funcionalidades da nova bolsa de cargas privativa. Contudo, é provável que siga de perto a solução desenvolvida pela Wtransnet para a congénere italiana da Antram.

A MyANITA, como foi baptizada, disponibiliza uma área de bolsa de cargas privada, onde será possível realizar negócios, e também uma área de acesso de anúncios de iniciativas/projectos de colaboração ou simplesmente de oferta/procura de serviços logísticos, capacidade de veículos ou de instalações.

No caso italiano, os transportadores também podem, através da sua bolsa de cargas associativa, aceder à bolsa de cargas pública da Wtranset em condições anunciadas como vantajosas.

Com o lançamento da bolsa de cargas privada da Antram a Wtransnet surge cada vez mais apostada em desenvolver projectos “à medida” de clientes de dimensão. Ainda na última SIL de Barcelona foi apresentada uma bolsa de cargas criada em exclusivo para a DHL Supply Chain.

 

 

Os comentários estão encerrados.