O Porto de Antuérpia encomendou à Compagnie Maritime Belge o primeiro rebocador movido a hidrogénio do mundo, segundo a autoridade portuária.

Antuérpia encomendou o primeiro rebocador a hidrogénio do mundo

A construção do rebocador a hidrogénio deve começar em breve, estando o arranque de operação previsto para dentro de dois anos.

O Hydrotug, assim é denominado, é accionado por motores a combustão que queimam hidrogénio em combinação com o diesel. Os motores também estão em conformidade com o rigoroso padrão UE Estágio V. A combustão de hidrogénio não emite CO2 e o filtro de partículas combinado com o catalisador resultará, de acordo com o porto, em emissões mínimas de NOx e partículas.

“Como porto industrial, o papel de Antuérpia na transição energética não deve ser subestimado. Estamos a trabalhar para nos tornarmos um porto neutro em termos de CO2. Em conjunto com os nossos parceiros, estamos a preparar-nos para o futuro numa busca constante por aplicações e oportunidades inovadoras. Com esta estreia mundial, pretendemos preparar ainda mais o caminho para combustíveis alternativos como o hidrogénio, no sentido de levar a cabo a transição para fontes alternativas e renováveis de energia. No porto de Antuérpia, estamos a dar um bom exemplo com este passo significativo para tornarmos os nossos próprios rebocadores ecologicamente correctos”, indica, citado pela assessoria de imprensa, Jacques Vandermeiren, CEO Porto de Antuérpia.

 

 

Comments are closed.