A APAT congratulou-se hoje com o anúncio da construção de um oleoduto para abastecer o aeroporto de Lisboa, feito há duas semanas pelo ministro do Ambiente.

APAT aplaude abastecimento do aeroporto de Lisboa por oleoduto

“Esta é uma excelente decisão e que se alinha com uma estratégia nacional que a APAT tem vindo a defender”, refere, em comunicado, a associação dos transitários.

A APAT salienta que, uma vez que o oleoduto mais próximo do aeroporto de Lisboa se localiza em Aveiras, há cerca de 10 camiões por hora com matéria perigosa a circular naquele troço da A1, “colocando em risco a saúde pública das populações e utentes da A1 em caso de acidentes com este tipo de produto, já para não falar
nas emissões de CO2, mobilidade, sinistralidade e congestionamentos”.

O ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Matos Fernandes, anunciou em 29 de Maio que será construído um oleoduto para abastecer o aeroporto de Lisboa, que aproveitará uma conduta de água existente, num investimento de cerca de 40 milhões de euros, para estar concluído em 2021.

A greve nacional dos motoristas de matérias perigosas, em Abril, revelou as fragilidades do sistema de abastecimento do aeroporto de Lisboa, tendo ameaçado a operação da infra-estrutura devido à falta de combustíveis.

Comments are closed.