A Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL) tem desde ontem um novo Conselho de Administração (CA). A renovação é completa.

Cinco meses depois da nomeação e tomada de posse de Guilhermina Rego como presidente do CA, foi agora a vez de Nuno Araújo, Cláudia Soutinho e Joaquim Gonçalves assumiram os cargos para que foram escolhidos pela ministra do Mar.

Amadeu Rocha e Alberto Santos, que agora cessaram funções, eram os únicos elementos ainda no activo do anterior CA da APDL, apesar de o seu mandato já ter terminado.

Nuno Araújo era até ao momento chefe de gabinete do secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares; Cláudia Soutinho era responsável pela Direcção Municipal de Serviços Partilhados da Câmara Municipal de Matosinhos; e Joaquim Gonçalves foi durante anos director da delegação do Douro do IPTM/IMT.

Desta feita, e contrariamente ao que aconteceu nos últimos mandatos, a renovação do Conselho de Administração da APDL é total, isto é, não transita qualquer elemento do elenco anterior (contrariamente ao que aconteceu, por exemplo, desde os tempos de Ricardo Fonseca), nem o novo elenco integra qualquer elemento “da casa”.

O mandato dos novos administradores da APDL termina em 2019.

 

Os comentários estão encerrados.