A partir do segundo trimestre deste ano, o Porto de Leixões disporá de um Full Mission Bridge Simulator de manobra, único na região Norte.

O simulador replica ao pormenor as condições de operação na ponte de um navio, o que permite dar treino e formação na manobra com navios, rebocadores e VTS (Vessel Traffic Service), refere a APDL.

O Full Mission Bridge Simulator será utilizado nas acções de formação destinadas aos profissionais do sector marítimo-portuário que operam em Leixões e na Via Navegável do Douro, nomeadamente “Operação de radar” e “Técnicas de manobra com grandes navios”, previstas no plano de formação para o ano corrente.

O plano de formação da APDL para 2019 “dá particular destaque a toda a formação certificada a desenvolver no sector da Operação e Segurança Marítima, incluindo a marítimo-turística, nos portos de Leixões, Douro e Viana do Castelo e na Via Navegável do Douro”, refere a administração portuária.

Para além das já referidas, estão previstas acções sobre ISPS (destinadas a candidatos a oficiais de segurança de instalações portuárias), Concessões portuárias, ou Técnicas de regaste e sobrevivência no mar. Isto no domínio exclusivamente marítimo-portuário.

O Centro de Formação da APDL desenvolve também uma forte actividade junto dos portos dos PALOP, trazendo a Leixões profissionais daqueles países, ou realizando acções nesses portos, muitas vezes com conteúdos desenhados “à medida”. O Porto de Leixões conta já 1 179 formandos de outras paragens, com destaque para os portos de Angola, Cabo Verde e S. Tomé e Príncipe.

A oferta de Formação da APDL para 2018 pode ser consultada aqui.

 

 

Comments are closed.