“viaLisboa” é agora a marca do projecto integrado de desenvolvimento do porto de Lisboa na Margem Sul. O programa, desenvolvido em torno do terminal de contentores do Barreiro, foi apresentado nos TEN-T Days, promovidos pela Comissão Europeia, em Riga.

IMG_1203

“Fomos o único porto europeu a apresentar um projecto. Foi muito apreciado pelos nossos parceiros e recebido com muito interesse por parte de investidores privados que operam noutros portos comunitários”, referiu Marina Ferreira, presidente da APL, em comunicado emitido a propósito.

“Muito apreciado” terá sido também o facto de o projecto envolver não apenas a administração portuária da capital mas também o Governo, as autarquias, empresas e investidores, reforçou a dirigente.

O projecto “viaLisboa”, como foi agora apresentado, propõe o desenvolvimento de uma plataforma logística multimodal nas áreas do Seixal e do Barreiro, aproveitando os terrenos industriais ali existentes e beneficiando da desejada construção do novo terminal de contentores no Barreiro.

A realização dos estudos para a estruturação da plataforma foi candidata ao CEF. A concretização do programa ficará essencialmente a cargo de investidores privados, que poderão para o efeito candidatar-se aos fundos disponibilizados pelo denominado Plano Juncker.

O Estudo de Impacte Ambiental do novo terminal de contentores do Barreiro está a ser lançado, adiantou ontem Marina Ferreira, em entrevista ao “DE”. Se tudo correr pelo melhor, a infra-estrutura deverá estar operacional cerca de 2021, quando terminam os actuais contratos das concessões na Margem Norte (à excepção de Alcântara).

 

 

Este artigo tem1 comentário

  1. luis pereira

    Mais 1 vergonha protagonizada pelo secretário estado sérgio sousa monteiro quando Lisboa tem o porto de Setúbal ao lado e que custaria 1/10 do projeto agora apresentado para o Barreiro, mas ele está de saída !