A APM Terminals ganhou a concessão por 25 anos do terminal de contentores de Gotemburgo, o maior da Suécia.

A companhia do grupo AP Moller-Maersk bateu a concorrência, constituída por cerca de uma dúzia de candidatos, entre os quais estaria a DP World.

No âmbito das contrapartidas à concessão, a APM Terminals comprometeu-se a investir 115 milhões de dólares no terminal, num prazo de cinco anos, essencialmente na compra e instalação de novos equipamentos.

A decisão da concessão está ainda dependente da autorização da autoridade sueca da Concorrência, pelo que a APM Terminals só deverá assumir a gestão do terminal algures no primeiro trimestre do próximo ano.

Com 450 trabalhadores, o terminal de contentores de Gotemburgo movimentou no ano passado 880 mil TEU, correspondentes a cerca de 60% do movimento total de contentores na Suécia.

A concessão do terminal de contentores inscreve-se no processo de “privatização” do porto de Gotemburgo. Recentemente, a DFDS e a Cobelfret ganharam a concessão, também por 25 anos, do terminal ro-ro (que movimentou no ano passado 564 mil unidades de carga rodada) e a Logent detém a concessão do terminal de automóveis por dez anos (foram 223 mil automóveis novos em 2010).

Comments are closed.