Depois de investir 911 milhões de euros na compra do Grupo TCB, a APM Terminals propõe-se investis mais 273 milhões em Espanha, dos quais 182 milhões em Barcelona.

Porto de Barcelona - TCB

A APM Terminals concluiu a aquisição de 100% do Grupo Marítimo TCB. Com um investimento de 911 milhões de euros, o braço da APMoller para a operação portuária acrescenta ao seu portfolio terminais de contentores em Barcelona, Valência, Castellon, Gijon, Buenaventura (Colômbia), Paranaguá (Brasil) e, a partir de Maio, Quetzal (Guatemala).

Dependente de questões burocráticas está a integração dos terminais nas Canárias e na Turquia.

A partir daqui, a APM Terminals propõe-se investir mais 364,4 milhões de euros, nos próximos anos, nos terminais ex-TCB (a marca desaparece). Espanha concentrará 273,3 milhões de euros, com 182,2 milhões de euros a irem direitos para o terminal de contentores de Barcelona, onde tudo começou e que se pretende seja um terminal de última geração.

Como contrapartida dos investimentos anunciados, as  concessões portuárias respectivas serão aumentadas para 50 ou mesmo 75 anos. A APM Terminals também detém uma concessão em Algeciras.

No ano passado, o Grupo TCB realizou um volume de negócios de 403 milhões de euros (mais 5% em termos homólogos). Jáa APM Terminals chegou aos 4 100 milhões de euros.

 

 

Os comentários estão encerrados.