A APM Terminals chegou, finalmente, a acordo com o sindicato de estivadores para avançar com a automatização do seu terminal de contentores em Los Angeles (EUA).

Em troca da automatização, APMT vai financiar formação profissional dos estivadores de LA

A companhia do grupo Maersk concordou em pagar um programa de formação profissional aos estivadores membros do sindicato (o International Longshore and Warehouse Union), em troca de os trabalhadores permitirem que a APM Terminal instale os novos equipamentos para a automatização do seu Pier 400.

Os novos equipamentos, oriundos da Polónia, têm chegada prevista ao porto norte-americano ainda neste mês de Julho.

“Este acordo provisório ajudará os trabalhadores a prepararem-se para os empregos portuários do futuro”, indica, em comunicado, a Associação Marítima do Pacífico, que representa os operadores de terminais. “É um programa de formação abrangente e totalmente pago para melhorar as competências dos trabalhadores e prepará-los para a próxima geração de trabalho portuário”, acrescenta.

 

 

 

 

Comments are closed.