Com a saída de Belmar da Costa e a entrada de Isabel Ramos para a direcção executiva, a agência portuguesa de promoção do transporte marítimo de curta distância aposta em reganhar fôlego. O TRANSPORTES & NEGÓCIOS mantém-se como parceiro.

Transformar uma dificuldade numa oportunidade. Tal é o desafio assumido pelos membros da APTMCD, o Short Sea Promotion Centre de Portugal, na sequência da saída do “pai” da entidade, António Belmar da Costa, na sequência da sua eleição para a vice-presidência da Fonasba para a Europa.

Isabel Ramos, a nova directora executiva (estreou-se no Seminário de Transporte Marítimo do TRANSPORTES & NEGÓCIOS) foi mandatada para renovar a imagem da agência e relançar a sua actividade.

O primeiro passo será, por isso, o rebranding. A sigla APTMCD desaparecerá e no seu lugar surgirá a marca Short Sea Portugal.

O relançamento da actividade passará, desde logo, pelo envolvimento de mais entidades como sócios do SPC português. Actualmente são apenas oito mas já existem, e estão previstos, contactos com outras entidades, do sector marítimo-portuário ou não mas com ele relacionadas, para as motivar a envolverem-se no trabalho de divulgação/promoção do short sea.

Nomeadamente, é intenção chamar para a associação os armadores envolvidos na cabotagem nacional.

Para breve está igualmente prevista a realização da eleição dos novos corpos sociais da APTMCD. Uma maneira mais, espera-se, de envolver mais players na definição e realização dos objectivos do SPC nacional.

O TRANSPORTES & NEGÓCIOS há muitos anos já que acompanha a actividade da APTMCD, numa parceria profícua para ambas as partes e que se deseja continuada e renovada. Exemplo disso será a renovação do site www.shortsea.pt, um produto editorial do TRANSPORTES & NEGÓCIOS que agora deverá ser também renovado, na imagem e nos conteúdos, em linha com o novo “look” do Short Sea Portugal.

Os comentários estão encerrados.